As atividades físicas trazem muitos benefícios para a saúde do coração, mas, infelizmente, não fazem parte da vida de vários brasileiros.

Segundo a última Pesquisa Nacional de Saúde realizada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), 40% dos adultos em nosso país são sedentários.

Esse número fica ainda maior na terceira idade, onde 67% das pessoas com mais de 60 anos não são ativas fisicamente.

Segundo a Organização Mundial da Saúde, três a cada cem mortes no Brasil poderiam ser evitadas por meio da prática de exercícios físicos.

Esses dados mostram a importância de ampliar a discussão sobre ter uma vida ativa e as consequências positivas que essa ação tem para a saúde do coração.

Continue lendo o meu artigo e conheça os riscos do sedentarismo e as principais razões para fazer exercício físico regularmente.

Quais são as consequências do sedentarismo para a saúde do coração?

O sedentarismo tem diversas consequências para todo o corpo, afetando, inclusive, a saúde do coração.

Ele pode ser um dos fatores de risco para o desenvolvimento de patologias que afetam diretamente ou indiretamente o sistema cardiovascular. Entre as mais comuns estão:

  • obesidade,
  • diabetes,
  • dislipidemias,
  • hipertensão,
  • trombose.

Quais são os benefícios das atividades físicas para a saúde do coração?

As atividades físicas combatem todos os malefícios do sedentarismo e ainda trazem benefícios para a saúde do coração e bem-estar:

Melhoram a função cardíaca

Existem diversos estudos que mostram como as atividades físicas conseguem melhorar a função cardíaca.

Uma pesquisa realizada pela Universidade de São Paulo aponta que os exercícios aeróbicos facilitam a remoção de mitocôndrias disfuncionais do coração, o fazendo ter uma circulação de sangue mais eficiente.

Isso também impacta as artérias que se tornam mais eficazes para fazer o transporte do sangue para diversas partes do corpo.

Assim, por meio das atividades físicas é possível promover a saúde do coração e prevenir doenças que afetam esse órgão.

Auxilia no controle da pressão arterial

Uma pesquisa da Sociedade Brasileira de Medicina do Esporte (SBMEE) afirma que a prática de exercícios também possibilita o controle da pressão arterial.

Isso se dá porque, durante a prática, o corpo tem diversas respostas fisiológicas resultantes de adaptações hemodinâmicas e autonômicas que influenciam diretamente no sistema cardiovascular.

Essa mesma pesquisa mostra ainda que indivíduos que são ativos têm 35% menos chances de desenvolver hipertensão.

Dessa forma, a atividade física faz bem para a saúde do coração porque auxilia os tratamentos e também é uma aliada para a prevenção de doenças.

Além disso, os exercícios ainda trazem benefícios, como:

  • diminuem o nível de colesterol pela perda de peso,
  • auxiliam no controle da diabetes e obesidade,
  • reduzem o risco de infartos.

Eles também podem ser utilizados para auxiliar pacientes na sua recuperação após cirurgias ou eventos cardiovasculares.

Faça uma consulta com um cardiologista antes de iniciar atividades físicas

Apesar de a atividade física trazer muitos benefícios para os seus praticantes, alguns cuidados são necessários antes de iniciá-las.

Pacientes que não fazem acompanhamento e tratamento médico de condições como a hipertensão e a insuficiência cardíaca, por exemplo, não devem praticar exercícios sem antes consultar um cardiologista e realizar exames.

O mesmo vale para pessoas acima do peso e para pacientes com angina.

Eu sempre recomendo que todos os pacientes façam um check up antes de iniciar qualquer atividade para se certificarem que está tudo certo.

Marque sua consulta comigo, veja como está a saúde do coração e comece a fazer exercícios para prevenir e auxiliar no tratamento de doenças cardiovasculares.